Blockchain na fiscalização pelo TCU

Tribunal de Contas da União testará uso de blockchain na fiscalização da prestação de contas

Em reunião ordinária ocorrida no mês de março deste ano, o Tribunal de Contas da União levantou a possibilidade de instituir verificação na prestação de contas utilizando a tecnologia blockchain.

Os procedimentos de prestação de contas da Agência Nacional do Cinema (Ancine), com a qual foi firmada parceria para execução de um projeto-piloto, serão carregados na rede de blocos aproveitando-se da confiabilidade das informações imutáveis dessa tecnologia e sua capacidade de checagem de dados.

As informações dessas contas serão posteriormente analisadas por robô virtual para dar continuidade nos repasses de recursos federais.

Durante o desenvolvimento do projeto-piloto serão feitos estudos técnicos que solucionem as necessidades do Órgão que levem a efetiva e completa utilização de blockchain no órgão público fiscalizador.

O TCU acredita que a tecnologia contribui para a maior celeridade e efetividade da atividade.

O que você procura?

criptoativosexecução fiscal