Excesso de dados pessoais coletados representam riso à empresa

Para segurança de dados do usuário e da empresa, peça somente o necessário

A pandemia acelerou o processo de digitalização para centenas ou milhares empreendedores forçados a sair do ambiente físico e adaptar-se ao virtual e, com isso, a imediata necessidade de receber pagamentos on-line e relacionar-se com clientes por meio de formulários digitais.

Mesmo anos atrás, empresas de médio e grande portes com atendimento presencial embarcaram na onda de solicitar CPF para cadastro do cliente em promoções e outros dados pessoais para fidelização e relacionamento no envio de campanhas segmentadas.

Mas por que essas empresas coletam tantos dados? O que fazem com isso depois de gerar oferta e desconto?

Esse raciocínio implica diretamente em dois fatores principais da segurança de dados: a) responsabilidade sobre o tratamento de dados e b) custos operacionais.

Uma vez coletados, se os dados forem usados indevidamente por funcionários ou se o notebook onde estava salva uma planilha com dados de clientes for roubado e os dados forem usados ilicitamente, a responsabilidade é da empresa! Ela responde pela ocorrência.

Por outro lado, quando a empresa investe na contratação de serviços terceirizados para o tratamento de dados de pagamento, por exemplo, ela tem um custo, mas diminui o risco interno e passa a dividir a responsabilidade com um terceiro especialista e focado naquele tratamento.

A matemática é bem simples, quanto maior o volume de dados coletados maior o risco. Por isso, para segurança de dados do usuário e da empresa, peça somente os dados realmente necessários para a operação.

Um custo altíssimo que pode destruir a reputação do seu negócio é a publicização da ocorrência de vazamento de dados – uma das sanções impostas pela Lei Geral de Proteção de Dados. Esse custo pode ser evitado se forem bem todas as estratégias de operação e se for enxuta a lista de dados coletados.

Investir em segurança nunca é demais.

Se você quer outras dicas sobre segurança de dados, inscreva-se no canal Descomplicando o Direito (clique para assistir) onde temos conteúdos esclarecedores sobre esse e outros temas para sua empresa crescer juridicamente mais segura. Só coletamos seu endereço de email vinculado à plataforma de vídeos!

Start typing and press Enter to search

vazamento de dadoscultura da proteção de dados