G20 discutirá regulamentação de criptomoedas unificada para combater lavagem de dinheiro

Reunião internacional deve acontecer no mês de junho e Japão será presidente da cúpula

 Em 2018, na Argentina, os países componentes do G20 debateram pela primeira vez a possibilidade de regulamentação unificada sobre o mercado de criptomoedas.

Na ocasião, pretendia-se rever as atuais regras aplicadas em alguns países em oposição à criação de novas regras, considerando medidas de proteção ao consumidor e ao investidor, integridade do mercado e prevenção a lavagem de dinheiro (AML), evasão fiscal e financiamento do terrorismo.

Este ano, o G20 torna a discutir a necessidade de regulamentar o mercado de criptomoedas para combater esses crimes.

Está programada para os dias 8 e 9 de junho em Fukuoka, no Japão, a reunião internacional cujo principal objetivo é estabelecer o combate ao anonimato por vias de uma identificação mais rigorosa das partes que realizam transações com criptomoedas.

Ainda que o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) do Grupo tenha considerado que as criptomoedas não representam risco para o sistema financeiro global, segue a intensão de padronizar o monitoramento das transações evitando práticas ilícitas.

 

Leia também: Compliance no segmento Cripto – Irlanda implanta regras contra lavagem de dinheiro para o segmento de criptomoedas

Start typing and press Enter to search

Atendimento telepresencial do INPI em funcionamento bitconf