ISS ou ICMS sobre o direito de uso de software? 

Maioria no SFT vota ICMS restrito à compra do licenciamento de software 

No último dia 04 de novembro, o Supremo Tribunal Federal somou maioria de votos contra a incidência de ICMS sobre a licença de uso de softwares. Após considerações do Ministro Dias Toffoli que entendeu como inconstitucional a tributação que vem sendo aplicada em alguns Estados, os membros do STF seguiram o mesmo posicionamento. 

Segundo Toffoli, o ICMS deveria incidir apenas em operações de compra de softwares. E, para os serviços posteriores à compra como manutenção e assistência ao usuário – previstos em contrato de licenciamento -, por exigirem esforço humano da obrigação de fazer e a obrigação acessória de dar a transferência do direito de uso da tecnologia, na verdade deveria incidir somente o ISS. Na prática, alguns Estados têm tributado o ICMS quando deveriam tributar o ISS. 

O Ministro e Presidente do STF, Luiz Fux, por sua vez, pediu vistas e suspendeu o julgamento. Mas até aqui, diante do cenário é provável que haja modulação dos efeitos da decisão da maioria. E desde que não seja uma nova operação de venda de um novo produto, o usuário terá oportunidade de buscar restituição do ICMS pago indevidamente, fundamentado na medida judicial. 

Start typing and press Enter to search

Atendimento telepresencial do INPI em funcionamento Receita usa PIX para arrecadação