Regulamentação especial de proteção de dados pessoais para PME, startups e PF

Fases de trabalho e Tomada de Subsídios da ANPD

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) publicou no último dia 27 no Diário Oficial a Portaria nº 11/2021 cujo teor delimita os trabalhos prioritários de sua agenda regulatória do biênio 2021-2022.

 

A ANPD sinalizou quais prioridades deverá trabalhar este ano e no próximo, dividindo a agenda em três fases, a saber:

Fase 1 – iniciativas cujo processo regulatório inicie em até 1 ano;

Fase 2 – iniciativas cujo processo regulatório comecem em até 1 ano e 6 meses;

Fase 3 – iniciativas cujo início do processo regulatório aconteça em até 2 anos.

Nessa primeira fase, além do seu Regimento Interno e do Planejamento Estratégico para o período de 2021 a 2023, a ANPD prioriza estruturar uma regulamentação diferenciada, assimétrica, para pequenas e médias empresas, startups e pessoas físicas que tratam dados pessoais com finalidade econômica, tal como previsto na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

E, com vistas a essa regulamentação diferenciada, a ANPD está recebendo contribuições de agentes públicos e privados com interesse e atuação na área de proteção de dados para juntar subsídios na formação da regulamentação.

É possível contribuir de duas formas:

  1. a) pelo preenchimento de formulário disponível na página da ANPD, clique aqui para acessar;
  2. b) reunião agendada com a Coordenação-Geral de Normatização da ANPD

Para ambos os casos o endereço de e-mail para contato é consultapublica@anpd.gov.br.

Aos que tiverem interesse em contribuir para essa consulta pública, o formulário de Tomada de Subsídios 1/2021 deverá ser encaminhado até 01 de março de 2021 e as reuniões agendadas deverão acontecer dentro deste mesmo prazo.

Start typing and press Enter to search

Aprovação do Marco Legal das Startups pelo Senado aconteceu em 24 de fevereiroReceita Federal prorroga prazos do Simples Nacional