Com cadastros em andamento, transações via PIX serão ativas em novembro 

Como já divulgamos aqui no blog o Sistema Nacional de Pagamentos Instantâneos, PIX, permitirá transferência de dinheiro 24 horas por dia, 24/7. E, segundo o Banco Central, as transações realizadas via PIX serão disponibilizadas para pessoas físicas, jurídicas e instituições públicas – em geral – de forma gratuita, imediata e mais segura. 

Desde o início de outubro começaram os cadastros dos usuários de instituições bancárias com a opção pela funcionalidade e escolha de suas chaves. Mas o que são elas? Como funcionarão essas chaves? 

O usuário que precisar, por exemplo, receber um valor na sua conta bancária como transferência, não vai precisar informar ao pagador/depositante seus dados bancários até então utilizados (código do banco e número da conta). Será necessária apenas a chave do PIX. Esta poderá ser composta por uma das seguintes informações: CPF ou CNPJ, número de celular, endereço de email ou uma chave aleatória de QRcode. 

Somente quem obtiver essa chave poderá visualizar para fins de confirmação, no momento da transação, alguns dados daquele que irá receber o valor. 

E o que de fato representa o PIX? 

Mais que aceleração dos processos, além de ser inserido à rotina de uso de carteiras digitais e internet banking, o PIX é observado como alternativa aos modos tradicionais de pagamento e recebimento, como cheques, cartões de crédito e débito, TED e DOC. 

Para os microempresários e pequenos produtores rurais que não podem trabalhar com maquinetas de cartão de crédito e débito – que geram custos fixos e por transação, além de adiar a compensação do crédito -, por exemplo, será uma alternativa para recebimento imediato de valores. Mas há um fator importante a ser observado. Apesar de tornar possíveis os pagamentos instantâneos sem taxas, o PIX não configura uma operação de crédito! 

De outro modo, o Sistema PIX é visto como um reforço à economia e inovação no País, uma vez que compartilhando dados dos usuários entre as instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central, poderá causar maior concorrência no mercado financeiro e espaço para pequenas empresas no ramo, além de tirar muitos brasileiros da situação de desbancarização. 

Continue acompanhando este tema com a gente! Assine nossa newsletter: clique aqui. 

 

O que você procura?

Lei Complementar 1752020mercado-de-startups-est-aquecido