Por que as startups brasileiras estão crescendo em Portugal?

Conheça o Startup Visa

Ainda que tenham surgido do boom tecnológico na década de 90 com o advento da internet, o termo em inglês cujo significado é começar algo, na prática empresarial não se restringe a esse setor. Mesmo que a sociedade conectada contemporânea utilize das tecnologias, na verdade, a principal característica das startups é multiplicar ideias inovadoras e transformar o mercado conservador.

No Brasil, segundo dados da ABStartup estão registradas hoje cerca de 12.700 startups. E os investidores em geral são grandes empresas que as fomentam em busca de inovação. As startups entregam soluções para grandes empresas, as quais focam apenas na sua atividade fim.  Há também aquelas das quais o consumidor é o investidor direto. Novos negócios, mais dinâmicos.

No entanto, depois do Vale do Silício nos Estados Unidos, um cenário que vem chamando atenção dos empreendedores brasileiros está em Portugal. A região lusitana da qual todo empreendedor tem a oportunidade de internacionalizar seu negócio e prosperar.

Desde 2016, por meio do Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI) do Ministério da Economia e o Ministério dos Negócios Estrangeiros, o País é responsável por diversos incentivos para abertura de startups atuando em três eixos: a) ecossistema; b) financiamento; e c) internacionalização. Neste último, o governo Português criou o Startup Visa, que concede o visto de residência e, diferente do Visto D2 de empreendedor, é menos burocrático.

Existe ainda o Visa Tech, visto de residência mediante contrato de trabalho, pelo qual o candidato não precisa ser o investidor, mas ser um profissional especializado já que este visto foi criado para ampliar a mão de obra qualificada em tecnologias naquele País.

Ademais, o governo Português contribui com o ecossistema, por exemplo, por meio de eventos de capacitação, financiamento de startups locais em todas as fases do seu desenvolvimento e promoção das startups portuguesas nos mercados externos.

 

Como obter o Startup Visa?

O processo de requisição do visto especial para empreendedores de Startups, além da entrega de documentação particular dos empreendedores e respectivos sócios (se houver), incluindo carta de motivação, certidão de antecedentes criminais do país de origem, conta bancária em Portugal com saldo mínimo de € 5146,08 por 12 meses e Curriculum Vitae, exige ainda um projeto apresentando a ideia inovadora pretendida que será avaliado pelo IAPMEI e pelas incubadoras certificadas no Programa pré-selecionadas pelos candidatos.

Se você se interessou em concorrer ao fomento provido pelo governo Português, fique atento a alguns dos requisitos mínimos do projeto:

 

  • 18 anos completos ou mais;
  • caráter inovador;
  • escalabilidade;
  • perspectivas de residir em Portugal após o fim do programa;
  • relevância e conhecimento do candidato para a criação do negócio.

 

E se você já tem uma startup desenvolvida aqui no Brasil, também pode se candidatar ao programa.

Não deixe sua ideia estagnar! Constitua sua empresa e faça seu negócio decolar.

Nossa equipe está pronta para assessorar você em todas as fases. Entre em contato com a gente: clique aqui.

Start typing and press Enter to search

darfCriptomoedas-bitcoin-riple-ethereum